PT | EN
ENVIA-NOS UMA MENSAGEM geral@rostosolidario.pt
CONTACTA-NOS +351 256 336 001
FAÇA UM DONATIVO

Missão Voluntariado Passionista

MISSÃO VOLUNTARIADO PASSIONISTA

Estado: concluído
Início: 14 de Janeiro de 2013
Conclusão: 20 de Junho de 2013
Local: Bairro do Zango, Viana, Angola
Parceiros: CESA – Centro Socioprofissional Nossa Senhora Auxiliadora (Filhas de Maria Auxiliadora, Congregação Salesiana de Dom Bosco)
Entidade Financiadora: atividade financiada por estratégias de angariação de fundos do VP

Missão de longa duração da Voluntária Umbelina Dantas no âmbito do Voluntariado Passionista, desenvolvida no Bairro do Zango, Angola.

OBJECTIVOS

  • Desenvolver formação de adultos nas áreas de Secretariado e Relacionamento Interpessoal;
  • Desenvolver formação de equipa de trabalhadores na Organização;
  • Gestão, legalização e outros procedimentos legais/administrativos para abertura da Fábrica do Sabão Zango.
TESTEMUNHO

“Observando retrospetivamente os quatro meses decorridos da Missão no Zango, Angola, as ideias surgem numa sucessão incontrolável, pois emerge o contraste com o quanto fiz com o muito que ainda há para fazer, coadjuvadas pelas imagens de locais e pessoas com quem estive, interagi, convivi, comuniquei, ri, chorei, refleti, observei, sensibilizei e senti.

Desde as aulas ministradas no CESA (Centro Socioprofissional Auxiliadora), em dois cursos de dois meses cada, de Relacionamento Interpessoal e Secretariado e Relações Públicas, assim como várias tarefas, tais como: apoio nas atividades de organização do centro e nas inerentes à vivência em comunidade, organização da biblioteca, cozinhar, lixar e pintar grades, às visitas pelas comunidades, Santa Paciência, S. João Eudes, S. Miguel Arcanjo, Santa Teresa, S. Carlos de Lwanga e S. Estevão com o Padre Nuno Almeida, que em simultâneo com a evangelização, Educação para o Desenvolvimento foi a preocupação mais preponderante. Nestas comunidades o que para nós é simples e pensamos que é do conhecimento geral, não acontece, por isso o vocabulário tem de ser básico assim como a transmissão da informação tem de ser bem pausada e lenta, uma vez que estas pessoas dominam com dificuldade a língua portuguesa. Assim, desde ensinar os mais pequeninos a lavar as mãos, advertir as jovens sobre os inconvenientes de uma gravidez precoce, informar as mamãs que o simples gesto de ferver a água para beber pode reduzir bastante as doenças que segundo elas “aparecem não sabem de onde e custam muito a sarar”, construir latrinas para fazerem as necessidades e buracos para eliminar os lixos que vagueiam pelo chão e fazem já parte duma paisagem que nos agride a alma, mas às populações são rotinas instituídas, ensinar as mamãs a cozer botões e fazer bainhas, fornecer receitas de bolos simples, passar a ferro as camisas, foram assuntos que cada vez que me deslocava, com intervalos de algumas semanas, era muito gratificante verificar que assimilavam bem o que ouviam de mim e depois concretizavam, exibindo orgulhosamente o trabalho realizado.

Outro trabalho que me realiza imenso é acompanhar um grupo de vinte pessoas que se dedica ao fabrico de sabão artesanal a partir dos óleos saturados fornecidos por cantinas de empresas e restaurantes. Começaram em instalações provisórias e muito precárias no quintal de um dos elementos, com produção intermitente, e agora com o apoio da empresa Odebrecht que construiu a nova fábrica, este grupo de pessoas recebeu de mim formação para se organizar como empresa. Com inauguração marcada para 10 de junho, conto que nessa altura já a Fábrica de Sabão Artesanal do Zango estará de portas abertas ao público e o fabrico se sabão será uma realidade a acontecer diariamente.

Para mim estar em Missão é ter consciência que o Caminho pode ser longo e difícil mas nunca impossível e cada dia é sempre um outro recomeço que me conduz a ápices inesquecíveis com abundante cumplicidade na aprendizagem.”

Umbelina Dantas – Voluntária Passionista em Angola

GALERIA

Subscreva a nossa newsletter