PT | EN
ENVIA-NOS UMA MENSAGEM geral@rostosolidario.pt
CONTACTA-NOS +351 256 336 001
FAÇA UM DONATIVO

Escola dos Direitos 2018/2019: Intercâmbio internacional Santa Maria da Feira – Freixiel

A Rosto Solidário e a Câmara Municipal de Santa Maria da Feira facilitaram a realização de um conjunto de vinte e uma sessões pedagógicas, em 5 escolas do primeiro ciclo do concelho de Santa Maria da Feira, envolvendo 7 turmas, 7 professoras e 151 alunos e alunas dos 2º, 3º e 4º ano.

Partindo da partilha de experiências entre estes e os alunos e alunas da Escola do I º Ciclo do Ensino Secundário nº 1563 – Projeto Mélika, no Freixiel, uma comunidade situada no município da Matala, província da Huíla no sul de Angola, o objetivo do projeto foi fomentar o conhecimento, a valorização, a defesa e o respeito pelos Direitos Humanos, nomeadamente o Direito à Educação; promover a compreensão e interesse pela diversidade cultural; e incentivar a participação ativa das crianças enquanto cidadãs globais.

 

Neste sentido, a equipa pedagógica do intercâmbio, constituída por técnicos e voluntárias locais e no âmbito do Corpo Europeu de Solidariedade, facilitou três sessões junto de cada uma das turmas inscritas no intercâmbio. A primeira sessão foi dedicada a reconhecer e refletir sobre os diferentes espaços de aprendizagem – onde aprendemos -, desde a sala de aula aos restantes espaços das escolas, até à família e ocupação de tempos livres identificados pelas crianças. A reflexão permitiu ainda aos alunos e alunas identificarem diferenças e semelhanças entre a sua realidade e a realidade do Freixiel, procurando identificar os fatores que influenciam os maiores obstáculos à educação.    

Por sua vez, a segunda sessão teve como tema as formas de aprendizagem – como aprendemos -, com especial enfoque para a educação formal, em contexto de sala de aula, e a educação não-formal, em contexto do recreio da escola. Assim os alunos e alunas experienciaram dinâmicas e jogos partilhadas pelos colegas da escola do Freixiel, bem como representaram, através de uma dramatização, o contexto de sala de aula da mesma escola.

   

Por último, a terceira sessão foi dedicada aos conteúdos da aprendizagem – o que aprendemos. Os alunos e alunas participaram num jogo de pistas, envolvendo diferentes espaços da escola, identificados no primeiro workshop, sendo que em cada estação tiveram que resolver um desafio. Complementarmente, em algumas turmas foi possível estabelecer o contacto direto com os e as alunas do Freixiel com quem se corresponderam ao longo do intercâmbio. Relativamente ao jogo de pistas, três dos quatro desafios correspondiam a exercícios de língua portuguesa, matemática e estudo do meio, retirados dos manuais do ensino primário usados na escola do Freixiel.

  

O quatro desafio permitiu aos alunos e alunas aprenderem mais sobre a vida de Malala Yousafzai, uma ativista pelo Direito à Educação, a partir do seu livro “O lápis mágico da Malala”.   A reflexão final da sessão, tendo por base o mesmo livro permitiu relembrarem a importância do Direito à Educação, os desafios que se colocam à concretização deste direito em várias partes do mundo e, por último, a necessidade de “pensarmos no mundo como uma família” e lutarmos pelos Direitos de todas as pessoas, “mesmo que estejam a um oceano de distância”.

Subscreva a nossa newsletter